Um blog que surgiu do interesse de três colegas de profissão, profissionais de adoram o que fazem e não se cansam de trocar experiência, discutir o porquê de cada coisa, aprender e melhorar a cada dia nosso ofício. Junte-se a nós, apresente sua opinião de como você trabalha com o pilates, interaja.... será um prazer trocarmos nossas experiências!

28 de jun de 2012

Pilates e Hipertensão, parte II

Seja bem vindo ao nosso blog no dia de hoje!
Hipertensão já foi um tema abordado no blog, mas percebemos que muitos instrutores possuem muitas dúvidas com relação a este tema, então vamos aqui estamos nós para mais uma discussão.

Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (2011), estima-se que há cerca de 50 milhões de pessoas hipertensas no Brasil. A hipertensão é o aumento da pressão arterial ocasionado pelo excesso de ativação da proteína RAC1. De acordo com a classificação da Sociedade Brasileira de Cardiologia, considera-se um indivíduo hipertenso com pressão constante > 140 mmHg (sistólica) e > 90 mmHg (diastólica).

A doença, ainda sem causa definida, está relacionada com problemas cardíacos, porém não é uma relação direta. Desta forma, abordamos com muita ênfase a questão da prevenção de problemas cardíacos em hipertensos.

Algumas consequências da pressão alta constante são:ineficiência da bomba muscular, hipertrofia do ventrículo esquerdo, alterações dos vasos sanguíneos ( o excesso de proteína deteriora a parede do vasos), insuficiência renal e cardíaca, infarto do miocárdio e acidente vascular cerebral.

Normalmente, recomenda-se uma alimentação equilibrada, com diminuição de sal, e também exercícios aeróbicos moderados, como caminhadas. Porém, pensando na ineficiência da bomba muscular, devemos preconizar o fortalecimento muscular de MMII.

Dessa forma, o grupamento muscular inferior aumenta o retorno venoso e diminui o esforço do miocárdio, diminuindo estresse cardíaco. A atividade aeróbia não proporcionará aumento de força significativo para melhorar a ação da bomba muscular.

Existem também recomendações de trabalho com clientes hipertensos. São elas:
* Evitar posições invertidas, onde as pernas estão posicionadas acima da linha da cabeça;
* Não trabalhar em níveis de fadiga muscular;
* Perguntar se o aluno está medicado;
* Evitar longos períodos em posições supinas;

Recomenda-se, então, o fortalecimento de grandes grupos musculares, preconizando MMII e CORE, exercícios bi e multiarticulares, estimulando equilíbrio e sistema proprioceptivo.
Seguindo esse raciocínio e considerando as recomendações para clientes hipertensos, o Pilates apresenta muitas opções de trabalho.

Abaixo, seguem algumas opções de exercícios:


* Reformer

- Footworks: com utilização da prancha de saltos nas costas, 
meia lua ou outro acessório que gere uma inclinação ao deitar. 
-Side Splits
-Front Splits
- Back Splits
- Russian


* Cadillac
- Hip Opener
- Lunge
- Thigh Stretch
- Bycicle (em decúbito lateral)
- Circles ( em decúbito lateral)


* Chair
- Double leg pumps e variações
-Single leg pumps ( toes e heels)
- Plie front
- Forward step down
- Sideward step down
- Standing leg and foot press
- Forward lunge
- Side lunge
- Frog front
- Standing leg pump – crossover
- Achilles stretch


* Ladder Barrel
- Flat back
- Horseback
- Twist
- Side sit ups

Você tem outras estratégias de trabalho? Compartilhe conosco.
Até breve,

por Viviane Vales

25 de jun de 2012

Desafio do pilates n3

Continuando nossos desafios, que tal este?
Mas confesso: Não faço a mínima idéia como se chega na posição da foto. 



Por Ge Gurak

19 de jun de 2012

Pilates Leader Programme, nossas considerações

Em maio passado participamos deste evento que foi muito gratificante. 
Muitos foram os compromissos de lá até hoje, 
por isso somente hoje segue nossas considerações:





      "Tivemos a honra de participar do evento internacional “Pilates Leader Programme”, em Buenos Aires. O evento, organizado pela BMC pilates, reuniu grandes mestres pilateiros do mundo todo. Entre eles, líderes como Brent Anderson, Catalina Colin, James D´Silva, Madelaine Black e Laura Pelinski.
        Foi incrível aprender com mestres de diversas formações e ver que, apesar de serem de escolas diferentes, todos estavam diretamente conectados aos principios e filosofia de Joseph. Foram ministrados workshops de vários assuntos, entre eles “Mito e Ciencia sobre a Respiração”, o qual mais apreciei. O encontro com professores de toda a america latina também foi muito interessante. Nós, brasileiros, temos o privilegio de termos em nosso país grandes escolas, grandes profissionais e fácil acesso a todo esse conhecimento. Nossos colegas latinos precisam deslocar-se para outros paises em busca da técnica com qualidade.
        Foi prazeroso estar em um congresso onde todos falam a mesma linguagem com conhecimento embasado, com estudo e técnica. Posso dizer que voltei mais lapidada em minha técnica de aula e espero poder contribuir ainda mais com a saúde de meus alunos daqui pra frente.
Obrigada por possibilitar essa experiência incríveis, Sergio e Laura Pellinski."
Por Viviane Vales 





      "Nossa profissão exige estudos constantes. E estar no Pilates Leader Programme foi um privilégio, fui feliz na escolha das aulas, whorshops e cursos. Um ponto que me chamou muito a atenção foi a bondade e disposição de todos os professores que conduziam as aulas, todos mostraram uma grande preocupação em fazer a diferença na vida profissional dos alunos que atenderam, foram muito atenciosos não medindo esforços para sanar nossas dúvidas e difundir seus conhecimentos. 
        Relembramos muitas coisas mas também recebemos alguns conceitos novos, que são fundamentais para tirar todos da zona de conforto. Ao mesmo tempo recebemos muitas dicas, muito material de estudo para leitura após as aulas (atitude que me surpreendeu). Voltamos cheios de energia e vontade de praticar todo o aprendizado e com novos amigos. 
        Que ações como esta continuem acontecendo, que o Pilates continue sendo difundido com toda a seriedade que percebi no discurso/atitudes de todos estes grandes líderes do método. Parabéns a toda a equipe organizadora." 
Por Ge Gurak


Abaixo seguem algumas fotos de grandes momentos do Evento








12 de jun de 2012

Corrigindo seus clientes, inclusive ao dormir

Olá instrutores, 
Não sei se você já parou para pensar nisso, mas será que adianta você querer melhorar a postura do seu cliente com 2 ou 3 aulas semanais de pilates se ele passa quase 50 horas por semana dormindo de qualquer maneira ou sem saber qual as melhores posições?  

Você se esforça em todas as aulas relembrando a posição correta das escápulas ou da organização da cintura pélvica mas de repente descobre que ele dorme totalmente sobre o braço. Será que esta situação interfere na postura e no seu trabalho como instrutor?
E se alguém te disser que a origem daquela dor no quadril relatada por sua cliente pode ser decorrente da maneira que ela passa suas noites de sonhos?

Pense nisso e se achar relevante adicione estas dicas posturais em seu repertório. 


Por Ge Gurak

4 de jun de 2012

Grávidas Saudáveis com Pilates parte II

Dando continuidade ao post Gravidez Saudável confira outros tres exercícios de pilates para mulheres grávidas que Marla Lopes Coimbra, fisioterapeuta e educadora da Physio Pilates - Polestar programou.

Ex 1 – Assisted Squat (com Tower bar)
Posição inicial: Em pé, do lado de fora do trapézio, segurando na barra torre com pés separados.
ImagemImagemImagem
Movimento: Enquanto inspira, agachar dobrando os joelhos, mantendo-os rodados para fora. Retornar subindo o corpo, esticando os joelhos na expiração. A barra torre movimenta-se para baixo e para cima junto com o corpo para dar assistência ao movimento.
Objetivo: Fortalecer os membros inferiores, principalmente a coxa; mobilizar as articulações do quadril-joelho e tornozelo para garantir nutrição e melhorar a circulação sanguínea; treino funcional para agachar e sentar.
Ex 2 – Mermaid no Trapézio
Posição inicial: Sentada com pernas pendentes para fora do trapézio e pés apoiados. Mão esquerda segurando a barra torre com braço elevado.
ImagemImagemImagem
Movimento: Inspirar e pressionar a barra para baixo dobrando o cotovelo esquerdo. Enquanto a barra vai se afastando para longe do corpo, inclinar o tronco para o lado esquerdo e subir o braço direito, alongando-o por cima da cabeça. Inspirar nessa posição de alongamento e expirar desfazendo o movimento, retornando a barra e o corpo para posição que iniciou o exercício. Tentar fazer o exercício “crescendo” a coluna durante todo o movimento. Repetir com o outro lado.
Objetivo: Alongar a musculatura lateral do corpo (da cintura ao braço); indicado para diminuir a sensação dolorosa entre as costelas, muito comum nas grávidas.
Ex 3 – Seated Arm Series no Reformer
Posição inicial: Sentada na caixa longa, pés apoiados na cabeceira do reformer, mãos segurando as alças. Manter a coluna alongada durante todo o exercício.
Movimento:
Bíceps – cotovelos estendidos, palma da mão voltada para cima. Durante a expiração, fletir os cotovelos mantendo-os elevados. Esticar os cotovelos na inspiração.
ImagemImagemImagem 
Remada – palma da mão voltada para baixo, cotovelos elevados e abertos lateralmente. Durante a expiração, fletir os cotovelos levando-os para trás, sem dobrar o punho. Voltar para posição inicial inspirando.
ImagemImagemImagem
Objetivo: Fortalecer os membros superiores enquanto trabalhar o equilíbrio do tronco (musculatura profunda estabilizadora da coluna).
Autora da Série: Marla Lopes Coimbra- fisioterapeuta e educadora PHYSIO PILATES – POLESTAR
Modelo das fotos: Waneska Cézar- dançarina e educadora PHYSIO PILATES – POLESTAR
Revisão Geral: Alice Becker –presidente da Physio Pilatese difusora da técnica no País.
Conheça o Respirartes:
Av. Dr. Altino Arantes, 161 – Vila Mariana
Tel: (11) 3796-4644
E-mail: respirartes@respirartes.com.br
Visite o site: http://respirartes.com.br/

1 de jun de 2012

Dicas para escolher um curso de Formação em Pilates



Confesso para vocês que sou uma incentivadora para profissionais da área de saúde investirem em um curso e começarem a atuar nesta área  que esta carente de profissionais. E quando convido, estes profissionais alegam que procuraram algumas informações mas que ficaram muito perdidos por qual empresa fazer sua formação. Principalmente que hoje em dia os valores de formação podem variar de R$ 1.000,00 a R$30.000,00 em média.

Sugiro a seguinte sequencia:

1o     Seja aluno/cliente de pilates. Procure vivenciar o método (melhor se puder experimentar com diversos profissionais e de escolas diferentes). Se você se identificou , passe para a próxima etapa, se não, melhor você não investir o seu tempo e energia com isso, procure outra modalidade que te cative, pode ter certeza que vai ser muito mais fácil de você encontrar energia para sair da cama todas as manhãs.

2o     Gostou? Ficou encantando e já praticou por um período, agora você já está apto a começar a informar-se sobre as diferentes opções de cursos. Pergunte para os profissionais que te atenderam qual foi à empresa que ele se formou, quais foram os pontos positivos, quais os negativos e o que ele conhece do mercado atual. Quais as empresas que eles indicam.

3o     Converse com pelo menos cinco profissionais que já estão atuando na área por pelo menos três anos, perceba pontos positivos na atuação de cada um deles e, procure as empresas indicadas e entre em contato.

4o     Se houver possibilidade visite as empresas prestadoras de cursos, peça para conhecer o material, peça para conhecer os instrutores que estão conduzindo o curso, realize pelo menos uma aula com estes instrutores. Não feche na primeira, obtenha parâmetros e depois se decida.

Na próxima coluna continuamos nosso papo, falando sobre os diferentes 
tipos de empresas que oferecem cursos, 
até breve

Por Ge Gurak